terça-feira, junho 27, 2006

Dapper em um AMD64-X2 - Instalação básica

Retomei a instalação do AMD Athlon(tm) 64 X2 Dual Core Processor 4400+ que temos aqui. Eu fiz a instalação por uma versão beta do Dapper. Agora que ficou estável, dei o apt-get dist-upgrade e tudo foi aparentemente bem. Eu primeiro instalei os pacotes básicos e os de desenvolvimento: gcc, gfortran e build-essential. Instalei o openssh-server para acesso remoto. Em seguida, instalei o autofs e configurei o /etc/auto.master e /etc/auto.nfs para montar os volumes da rede.

Instalei o nis e segui os procedimentos descritos em /usr/share/doc/nis/nis.debian.howto.gz. So far, so good. O problema agora são os aplicativos para desktop que o pessoal usa por aqui. Recorri muitas vezes ao fórum do ubuntu http://www.ubuntuforums.org/, em particular o de 64 bits (cheio de informações úteis!). Não é que despreze o fórum em português, mas o original tem uma seção só do amd64.

Update: *** recebi um comentário do Galactus que prevê, para a próxima semana, uma seção só de amd64 no fórum nacional. Beleza, agora só faltam os feeds ;)


Eu vou detalhar aqui os problemas com as aplicações não existentes ou problemáticas em 64 bits, principalmente aquelas de interesse do pessoal daqui (os físicos). Note que tenho várias máquinas em rede, o que vai simplificar bastante o trabalho. Por exemplo, para baixar as versões de 32 bits eu me logo em uma máquina Ubuntu com esta arquitetura e dou o apt-get -d install nome_do_pacote e pego o pacote no /var/cache/apt/archives/ :)

Eu uso a durateston como protótipo. As máquinas do grupo tem uma classificação pelos nomes: as máquinas da primeira linhagem tinham os nomes dados pelos usuários, mas eram muito pouco criativos ;) A segunda linha receberam os nomes de antidepressivos e inibidores seletivos da recaptação da serotonina, como: valium, zoloft, tegretol, gardenal e diempax. Em seguida os computadores ficaram mais rápidos ("on roids", como se diz em inglês) e passei a chamá-los como esteróides anabolizantes: winstrol, durateston, deca e primobolan. Só que vieram os os duplo-processados, mais potentes, logo só poderiam ser chamados de viagra,cialis,levitra, caverta e amendoim. Os primeiros Opterons de 64 são a milico e lxiv. Esta linhagem de 64bits X2 são uma evolução no grupo: logo esta primeira é darwin.

Os primeiros teste que fiz, rodando duas e quatro instâncias de um mesmo programa em C, mostrou que os X2 (a 2200 MHz) rodam na mesma velocidade que os Opterons duplo processados (a 2400MHz) mas não dual-core.

1 Comentários:

Às 27 julho, 2006 00:21 , Anonymous Ricardo disse...

Nomenclatura de computadores é algo interessante. Esgotamos o alfabeto grego(brega, eu sei). Mas agora começou uma nova era: os salgadinhos de festa.E o servidor LAMP rodando Ubuntu 6.06 é o primeiro a entrar na onda: 'empadinha'.

 

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

Links para esta postagem:

Criar um link

<< Página inicial